ACADEMIA POETRIX
O mínimo é o máximo.
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
MELHORES POETRIX - 2002
(eleitos no grupo poetrix@yahoogrupos.com.br)


ORTOGRAFIA
(Anthero Monteiro - Portugal) 

uma gaivota só
um til sobre a palavra
imensidão



BANZO
(Pedro Cardoso)

Em noites frágeis
as pedras são mais duras.
Diamantes pingam de meus olhos 



DIZER-ME
(Sonia Godoy) 

não vale
a pena
... nem a tinta 



SOL A PINO
(Djalma Filho)

de barriga vazia,
o meio dia
almoçou um ponteiro.



(MÁ)(TEMÁTICA)
(Angela Bretas)

não adiciono
sou
sub(traída)



A OUTRA
(Marilda Confortim)

Hoje, uva
Amanhã, passa.
Eu, vinha. 



LUSCO-FUSCO
(Djalma Filho)

Deitada,
quase apagada,
a noite armadilha 



QUERO
(Judith de Souza) 

ser folha do outono
e cair de abandono
aos seus pés



DEVANEIO
(Márcia Maia)

coisa de louco:
andar na chuva
e ser sol. 



SENSAÇÕES
(Isar Maria Silveira) 

Se partiste,
por que tuas mãos
ainda percorrem meu corpo? 



a s s i n c r o n i s m o
(sara fazib) 

eu cedo, você tarda
a vida, ponte pênsil
não aguarda



antropofágico
(Sávio Drummond) 

Quando te fores
Leva contigo meus olhos,
Já que levastes as cores. 



c l o s e t
(sara fazib) 

Terça-feira. Lua crescente.
Que idade eu uso hoje?
Ando tão eterna, ultimamente. 



fome
(Pedro Cardoso) 

o abismo
entre a mão e a boca,
tem nome... 



I ...lha
(Aila Magalhães) 

Sentia-se tão ilha
que nem mar
havia. 



heterossexual
(Lorenzo Ferrari) 

O homem que me habita,
É a mulher,
Que em ti suplica.
Academia Poetrix
Enviado por Academia Poetrix em 25/11/2006
Alterado em 21/04/2011
Comentários
VISITANTES:
contador gratuito
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links