Textos

BERLINDA 31: QUASE SE-PA-RA-DOS, por Goulart Gomes
A Berlinda é um exercício de prática e crítica poetríxtica realizado no grupo virtual LITERATRIX (para participar do grupo é só enviar um e-mail para poetrix-subscribe@yahoogrupos.com.br). Nele, é apresentado o poetrix de um autor ao grupo, sem identificação de autoria (anônimo). A partir daí, os integrantes do grupo podem expressar livremente – mas com ética e argumentos – a sua opinião sobre aquele poetrix. Ao final de um período pré-determinado é revelado o nome do autor do poetrix berlindado, que tem direito a fazer os seus comentários. Vejam, abaixo, a BERLINDA 31, com os respectivos comentários dos poetrixtas e do autor.

QUASE SE-PA-RA-DOS
(Goulart Gomes)

ca
la
frios

COMENTÁRIO DO AUTOR:
Gosto dos palavratrix por serem a mais concisa e inteligente forma de fazer poetrix. Há quem não concorde ou não compreenda essa possibilidade de minimalização extrema. Respeito todas as opiniões e agradeço os diversos comentários recebidos.

COMENTÁRIOS DOS INTEGRANTES DO GRUPO POETRIX:

Olá

como já se disse aqui, o autor sempre sabe o que quer dizer com a sua obra. Cabe a nós entendê-la e valorizá-la. Eu mudaria o título. Se fosse meu ficaria assim:

POLOS NORTE E SUL



abraços
Kate Weiss
.................................................................

Adorei este palavratrix! O título dá uma direção na interpretação, mas ele mesmo já é uma brincadeira semântica e enriquece então o poema.
Cá, lá, ambos frios, distantes, mas não estão separados, estão quase. Há uma esperança ou um fio que ainda os circunda e os trazem perto um do outro. Só espero que não seja frieza o fio que os enlaça.

Parabéns ao autor!

Rafael Noris
.................................................................

Nem o PEDRO que é meu ídolo me convenceu com tal PALAVRATRIX. ...
Mas não perco a esperança, afinal quando eu tinha 14 anos eu não
gostava de Clarisse Lispector... .
Não entendi, definitivamente o título (desculpe-me o autor).
Lerei os demais comentários para tentar entender.

Beijos daqui
Lili - Curitiba

eheheheeh Rafael... O seu comentário me fez compreender um pouco o PALAVRATRIX.
Genial!
beijos daqui
Lili - Curitiba
..................................................................

Acho q o frios refere-se a estarem separados, um pra cada lado. Suponho.
Aguardo o esclarecimento do autor(a)
Abraços
Marília
......................................................................

Neste entendi que o autor quis dizer que um LÁ e outro CÁ têm como consequência a frieza, a distância. Se é um lá e outro cá, logo o plural "frios"... E esse sentimento de frieza, essa frieza é comparada a calafrios. Interessante! Não sei se realmente é dessa forma, pois como disse também não entendi por que o título foi escrito de maneira separada, embora eu tenha compreendido que quer passar essa ideia da separação.

Darlan Torres
...................................................................

Tb entendi assim, Darlan: O casal está quase separado (e a palavra foi separada em sílabas para enfatizar), em função da frieza, que, de tão fria, provoca calafrios, um lá e outro cá.

:)

Lílian
...............................................................

Finalmente entendi o palavratrix. Se um poetrix é o poema mínimo, o palavratrix é a descoberta de um poema dentro de uma palavra.

Aqui o poeta descobriu o vazio da separação numa palavra cuja origem parece ser o contraste entre calor e frio.

Que mais é a poesia que mostrar-nos os significados ocultos naquilo que parece trival?

obrigado ao autor
~ksh

"Las piquetas de los gallos
cavan buscando la aurora"
- Lorca
............................................................

Poetrix
Enviado por Poetrix em 11/12/2009
Alterado em 08/10/2011


Comentários