Textos

As Cirandas são séries de poetrix temáticos elaborados pelos integrantes do Grupo Poetrix (Para participar do grupo envie um e-mail para: poetrix-subscribe@yahoogrupos.com.br).

 

 

CECÍLIA MEIRELLES
(Andra Valladares)
 
Borboleta eterna,
em suas asas...
vôo poético!
 
============================
 
NARA LEÃO
(Andra Valladares)
 
Guerreira de "Opinião".
Sua arma?!
A voz.
 
============================
 
CARMEM MIRANDA
(Andra Valladares)
 
Tico-tico no fubá,
adereços de bananas...
Yes! Foi usada pelos USA!
 
=============================
 
BACH
(Andra Valladares)
 
Nada de dó, nada de si,
nem "Cravo Bem Temperado",
se não fosse por ti...
 
=============================
 
GOULART GOMES
(Dreyf)
 
no mínimo
o máximo
em poesia
 
=============================
 
EDU LOBO
(Oswaldo Martins)
 
"Me lembro tanto...
Que é tão grande a saudade"...
Do tempo "limpo" de criança.
 
=============================
 
FIDEL
(Goulart Gomes)
 
Acabou a revolução.
Todo vilão
tem seu dia de paredão.
 
===========================
 
VAN GOGH
(Pedro Cardoso)
 
pintou a tristeza
do homem do campo
decepando a própria orelha
 
============================
 
 
Assim Caminha a Humanidade
(Rosa Pena)
 
Sumiu o azul do meu jeans.
Transviou-se com o tempo.
Tinge novos "James Deans".
 
===========================
 
Munch
(Eliana Mora)
 
A boca do grito
mais famoso do mundo
pensa - um terno beijo.
 
 
============================
 
as horas
(Ana Oliveira)
 
em três tempos,
virgínia woolf
suicida.
 
=============================
 
MÁRIO
(Hércio Afonso)
 
Amélia ligou!
Falou com tantas lágrimas
que o céu virou LAGO.
 
(PS: Escrito na data da morte de Mário Lago)
 
=======================================
Duplix em homenagem a Cecília Meireles:
 
CECÍLIA MEIRELES / A MUSA
Andra Valladares / Eliana Mora
 
 
Borboleta eterna, / espera o sinal.
em suas asas, / o som, partitura:
vôo poético... / alabastro, candura.

Poetrix
Enviado por Poetrix em 10/03/2008
Alterado em 21/04/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (AOS AUTORES). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários